Quais são as diferenças e conexões entre COBIT e ITIL? Essa é uma dúvida que ainda ronda a cabeça de muitos, não é mesmo? Este post busca ajudar a tirar essa dúvida e clarear as coisas para você.

COBIT e ITIL tem sido utilizados, por muitos anos, por profissionais de tecnologia da informação na gestão de TI (ITSM). Juntos, COBIT e ITIL são uma base robusta para a governança e a gestão dos serviços de TI, não importando se são serviços internos, terceirizados ou parceiros de negócios.

O COBIT se preocupa principalmente em orientar as organizações na implementação, operação e melhoria dos processos de governança e gestão de TI.

O ITIL oferece orientações de boas práticas para gestão e execução de serviços de TI, sob a perspectiva da geração de valor ao negócio.

O COBIT descreve os princípios que suportam uma organização orientada às necessidades corporativas. Principalmente aquelas relacionadas ao uso dos ativos e recursos de TI pela organização.

O ITIL descreve com mais detalhes as partes da TI que estão relacionadas à gestão dos serviços. (São elas atividades dos processos, estruturas organizacionais, etc).

A diferença entre os dois pode ser descrita assim: o COBIT descreve ‘o que’ e o ITIL descreve ‘como’. Embora seja uma frase interessante, essa visão é muito simplista e parece forçar a escolha entre um dos dois modelos.

É mais sensato dizer que as empresas e profissionais que buscam resolver suas necessidades de negócio na área de ITSM serão melhor servidos se considerarem o uso dos dois modelos ao mesmo tempo.

Essa abordagem unificada ajuda na resolução dos problemas de negócio. Ela maximiza o alcance das metas corporativas, potencializando suas forças e adaptando seu uso conforme a necessidade.

Ficou claro? Se você quiser mergulhar mais fundo no assunto dá uma conferida nos sites oficiais do Cobit e do Itil.

PS: o material é em inglês.

Tobias Schroeder

Autor

Tobias Schroeder

Especialista em Gestão Estratégica pela UFPR. Analista de negócios e mercado na SoftExpert, fornecedora de software para automação e aprimoramento dos processos de negócio, conformidade regulamentar e governança corporativa.

Você também pode gostar:

  • Interessante a abordagem. Parabens pelo post!

Receba conteúdo gratuito em seu e-mail!

Assine nossa Newsletter e receba materiais sobre as melhores práticas em gestão produzidos por especialistas.

Ao clicar no botão abaixo, você confirma que leu e aceita nossa Política de Privacidade.