A Adami S.A., com unidades de negócio de Pasta Químico-Mecânica, Florestal, Madeireira, Papel, Embalagem e Energia Elétrica, aumentou a confiabilidade de seus dados, rapidez e padronização de ações na gestão orçamentária com solução da SoftExpert, fornecedora de softwares e serviços para automação e aprimoramento de processos de negócio, conformidade regulamentar e governança corporativa.

A companhia conta com 2.000 colaboradores e atingiu um faturamento de R$ 677 milhões em 2016 e é uma das 1000 maiores empresas brasileiras.

No final de 2014, a diretoria da Adami contratou uma consultoria para implantar um modelo de governança por indicadores, sendo que já em 2015 aconteceu o processo de implantação do modelo na organização. De acordo Luciano Rossete, gerente de TI da Adami, o departamento de Planejamento, juntamente com o departamento de Tecnologia da Informação, decidiram investir em soluções que possibilitassem uma forma mais dinâmica de gestão.

“Com a ferramenta da SoftExpert, poderíamos colocar todos indicadores de maneira automatizada e disponível para todos os tomadores de decisão. A partir disso, foram dois meses para trazer todos os indicadores que existiam nas planilhas das áreas, colocar dentro da solução e iniciar o acompanhamento com as medições das metas. Foi um processo automatizado que abrangeu a empresa como um todo, envolvendo todas as suas áreas”, conta o executivo.

Atualmente, o SoftExpert Excellence Suite (SE Suite) é utilizado em todas as sete diferentes unidades de negócio da empresa. Diretores, gestores, supervisores e analistas integram o rol de usuários da plataforma de gestão. Segundo Rossete, os ganhos em confiabilidade, rapidez e padronização das informações foram os pontos mais relevantes entre os benefícios do projeto.
“A solução foi implementada como cultura dentro da empresa. Com a automação, hoje, conseguimos dispor mais tempo dos gestores para tarefas mais estratégicas, além de obtermos as informações em tempo real para a diretoria traçar o planejamento da Adami. Nas reuniões gerenciais, por exemplo, não utilizamos mais planilhas, mas sim o portal de indicadores criado dentro do próprio SE Suite”, relata Rossete.

Segundo Paulo Roberto Bacchmi, gerente de Planejamento da Adami, com a solução os processos estão mais simples e ágeis. “Temos mais segurança nas informações, onde os dados são integrados diretamente com outros sistemas essenciais para nossa operação, como nosso ERP. A Integração agiliza o processo de acompanhamento da gestão orçamentária e o monitoramento dos KPIs das áreas nos trouxe ganhos siginficativos de performance, além de permitir uma gestão descentralizada e padronizada”, afirma Bacchmi.

Para o futuro, a organização pretende implantar o SE Risk, módulo para a gestão de riscos do SE Suite, na atualização da certificação ISO 9001:2015.

Rodrigo Brum

Autor

Rodrigo Brum

Gestor de comunicação na SoftExpert, fornecedora de software para automação e aprimoramento dos processos de negócio, conformidade regulamentar e governança corporativa.

Você também pode gostar:

Receba conteúdo gratuito em seu e-mail!

Assine nossa Newsletter e receba materiais sobre as melhores práticas em gestão produzidos por especialistas.

Ao clicar no botão abaixo, você confirma que leu e aceita nossa Política de Privacidade.