Ação preventiva ou corretiva: O que é melhor para a minha empresa?

A  Gestão da Qualidade (SGQ) busca administrar de forma clara as rotinas de uma organização como forma de reduzir custos desnecessários, oriundos de falhas ou desvios de padrões ocorridos em processos pré-definidos. No dia a dia de uma organização a gestão da qualidade desenvolve dois tipos de ações: a corretiva e a preventiva.

Qual a diferença entre ação corretiva e preventiva?

Ações corretivas

As ações corretivas são práticas necessárias para evitar que um problema traga novos desafios. Mas é importante reforçar que as medidas precisam ser tomadas imediatamente após a ocorrência para amenizar suas consequências. Na ação corretiva é realizada uma ação sobre um fato ou falha que já aconteceu.

Ações preventivas

Definindo de forma simples, as ações preventivas são medidas tomadas para que um problema hipotético nunca aconteça. Ou seja, as ações são tomadas sobre falhas ou desafios que ainda não ocorreram e podem diminuir custos desnecessários com perdas de produção e de tempo.

Exemplo de Atividades Corretivas e Preventivas em uma indústria

Problema: Quebra de peça em uma máquina industrial.

Disposição: Consertar a máquina.

Ação Corretiva: Descobrir a causa do defeito e consertá-lo na intenção de saná-lo de forma definitiva, além de corrigir os desvios na utilização da máquina, tais como: regulagens inadequadas, falta de manutenção e imperícia do operador.

Ação Preventiva: Desenvolver uma rotina de manutenção e regulagem antes da ocorrência do problema.

Observe que uma ação rotineira, acompanhada com atividades de prevenção de falhas e defeitos, pode reduzir de forma significativa gaps indesejáveis gerados, por exemplo, pela quebra inesperadas de equipamentos, evitando assim que seja gerado um efeito bola de neve.

O que é melhor para a empresa: ação preventiva ou corretiva?

Ter que realizar uma ação corretiva, mesmo que seja eliminada a possibilidade de reincidência, além da necessidade de parar a linha de produção, demanda custos.

As ações preventivas são benéficas para a empresa, tendo em vista que, apesar da necessidade de implantar programas de qualidade, treinamentos e padrões de trabalho, é necessário destacar que elas podem evitar prejuízos ou mesmo tragédias.

Apesar da prevenção ser mais eficaz do que a correção, existem fatos que fogem do nosso controle. Dessa forma, além do cuidado necessário para a aplicação das ações preventivas, as imediatas e corretivas também devem ser de conhecimento de todos.

Como dizem, é melhor prevenir do que remediar!

Buscando automatizar todo o processo desde a abertura de ocorrências até sua efetiva resolução, além de proporcionar visibilidade e controle ao profissional da qualidade, a SoftExpert tem uma ferramenta para controle e gestão da área de qualidade. Se você tem interesse em conhecer a solução, clique no botão abaixo.

CONHEÇA NOSSO SISTEMA PARA GESTÃO DE NÃO CONFORMIDADES

 

    Jeferson Santos

    Autor

    Jeferson Santos

    Especialista em Qualidade. Analista de comercial na SoftExpert, fornecedora de softwares e serviços para automação e aprimoramento dos processos de negócio, conformidade regulamentar e governança corporativa.

    Receba conteúdo gratuito em seu e-mail!

    Assine nossa Newsletter e receba materiais sobre as melhores práticas em gestão produzidos por especialistas.

    Ao clicar no botão abaixo, você confirma que leu e aceita nossa Política de Privacidade.