Para enfrentar o surgimento de novos desafios e as constantes mudanças na indústria automotiva, a IATF e a ISO concordaram em descontinuar sua parceria de desenvolvimento da ISO/TS 16949 e lançar uma nova norma: a IATF 16949. Mas o que vai ser alterado da ISO/TS 16949 para IATF 16949? Como deve ser feita essa transição? A gente te explica.

A IATF 16949 será implementada em conjunto e como um complemento para a ISO 9001:2015. Portanto, a IATF 16949 não vai ser uma norma de gestão de qualidade autossuficiente. O objetivo é enfatizar a prevenção de defeitos, fornecer melhorias contínuas e diminuir o desperdício e a disparidade na cadeia de suprimentos.

Isso significa que as empresas que desejam a certificação IATF 16949, devem também cumprir com requisitos da norma ISO 9001:2015.

AS PRINCIPAIS ALTERAÇÕES

Pensamento baseado em risco

Para maximizar a potencial realização de atividades planejadas e minimizar a chance de falhas durante o desenvolvimento de novos programas, a IATF 16949 incluiu várias exigências específicas relacionadas aos riscos.

Um requisito da IATF 16949 é que todas empresas garantam a conformidade de todos produtos, processos, peças e serviços, incluindo todos aqueles que foram terceirizados. Isso significa que a empresa deve possuir um sistema para mitigar os riscos de não conformidade em toda cadeia de suprimentos.

Requisitos específicos do cliente

Várias práticas comuns no setor que eram encontradas nos requisitos específicos do cliente também foram incorporadas à IATF 16949.

O objetivo da integração dessas práticas é facilitar a demanda de requisitos específicos de clientes nessas áreas. É também crucial distinguir requisitos de clientes e requisitos específicos de clientes (TSRs). Esses dois termos são definidos na IATF 16949.

Competências de auditores de primeira e segunda parte

Mais requerimentos foram acrescentados à IATF 16949 sobre auditores de primeira e segunda parte, incluindo:

  1. As empresas devem ter um processo documentado para verificar a competência do auditor interno.
  2. Ao treinar auditores internos, informações documentadas devem ser retidas para demonstrar a competência do treinador com os requerimentos adicionais.
  3. Empresas devem demonstrar a competência de auditores de segunda parte, e os auditores de segunda parte devem atender os requerimentos específicos do cliente para qualificação de auditor.

Segurança do produto

A norma da IATF tem uma seção completamente nova chamada Segurança do Produto. Essa seção requer que empresas em transição tenham documentado os processos de gestão de segurança de produto relacionados a processos de produtos e manufatura.

O foco dessa cláusula é que todo produto deve executar sua função pretendida ou designada sem causar qualquer prejuízo ou estrago inesperado. Processos devem ser implantados garantindo a segurança dos produtos durante todo seu ciclo de vida em todas empresas.

Viabilidade do fabricante

Na nova IATF 16949, a empresa deve avaliar se tem a capacidade de atingir as metas de tempo e desempenho estipuladas pelos clientes, conhecido como viabilidade do fabricante.

A ISO/TS 16949 também requeria a mesma análise dessa viabilidade do fabricante, mas requerimentos específicos não eram impostos.

Gestão da garantia

Um novo requerimento foi adicionado a IATF 16949 baseado na importância crescente da gestão de garantias consolidando IATF OEM (Original Equipament Manufature) requerimentos específicos do cliente.

Para validar No Trouble Found (NTF), o processo de gestão de garantia deve tratar e integrar todos requerimentos específicos de clientes e procedimento de análise de garantia.

Além disso, quando aplicável, as decisões devem ser acordadas pelo cliente.

TRANSIÇÃO DA ISO/TS 16949 PARA IATF 16949

De acordo com a IATF, só haverá uma opção de transição para as empresas:

A transição deve ser feita de acordo com o ciclo de auditoria da ISO/TS 16949 da empresa. Empresas em transição, devem fazê-la através da auditoria de transição, alinhada com a atual auditoria de recertificação agendada, como definida na seção 5.1.1 das Regras da IATF.

Assista nosso webinar gratuito e baixe o eBook altamente detalhado sobre as alterações, transição, cronograma de transição, e o que esperar da nova norma IATF 16494.

Quero mais informações agora

Gus Oliveira

Autor

Gus Oliveira

Gustavo Oliveira é graduado em Administração de Empresas e em Economia pela Universidade de Massachusetts - Dartmouth (EUA). Gustavo possui experiência na indústria de software para excelência empresarial e também na área financeira e de desenvolvimento de negócios, atuando em grandes empresas nos Estados Unidos e no Brasil como analista financeiro, consultor de estratégia de negócios e consultor sênior de projetos.

Você também pode gostar:

Receba conteúdo gratuito em seu e-mail!

Assine nossa Newsletter e receba materiais sobre as melhores práticas em gestão produzidos por especialistas.

Ao clicar no botão abaixo, você confirma que leu e aceita nossa Política de Privacidade.